Curso de Administração – Verdades e Mitos da Carreira


Confira aqui as principais verdades e mitos da carreira na área de Administração.

Se você está em dúvida em qual curso de nível superior escolher, confira aqui algumas informações para entender como é a realidade da carreira de Administração.

A profissão de Administrador está entre as 10 mais procuradas no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Muitas pessoas acham que aquele aluno indeciso sobre a profissão a seguir, acaba escolhendo o curso de administração. Mas isso é mito. Professores universitários afirmam que a indecisão quanto à escolha do curso é algo inerente aos jovens, pois têm de escolher a profissão muito cedo, não necessariamente está relacionado à área administrativa.


Na verdade, o perfil do estudante dessa graduação é de quem quer desenvolver um empreendimento, ter um negócio próprio. São pessoas que gostam da prática. Como é um curso generalista, que permeia diversas áreas, faz com que o aluno escolha o seu ramo de atuação mais específico, no final do curso. Independentemente de qual subárea optar, a faculdade vai formá-lo um gestor.

Por se tratar de um curso generalista, recomenda-se que o graduado faça um curso de especialização. Isso é importante para aprofundar o conhecimento após a conclusão da faculdade. O Conselho Federal de Administração (CFA) afirma que em 2015, 73,37% dos administradores fizeram uma pós-graduação e 11,62% optaram por outra graduação.

O curso é também considerado como uma ótima oportunidade por abrir muitas portas no mercado de trabalho. Como há vários segmentos, fica mais fácil conseguir um emprego. Você pode atuar em finanças, marketing, recursos humanos, logística, estratégia, consultoria, entre outras áreas. Além disso, o profissional pode trabalhar em uma multinacional ou abrir o próprio negócio.



Se você quer abrir o seu empreendimento, saiba que é necessário ter dedicação e trabalhar durante toda a semana.

Já se você tem interesse em atuar em multinacionais, saiba que é importante ter um segundo idioma.

Em média, as pessoas se aposentam aos 60 anos de idade. Isso pode ser favorável, pois o profissional mais experiente tem mais maturidade, mas por outro lado, a competição com os mais novos é bastante acirrada. Há chances na área privada e pública também.

Há 15 anos, o número de formados em administração era de cerca de 35 mil. Atualmente, mais de 99 mil pessoas são formadas na área.

Melisse V.

Deixe o seu comentário