Cursos de Violão, Bandolim e Cavaquinho na UFPB – 2020



UFPB oferta mais de 120 vagas em cursos de violão de sete cordas, bandolim e cavaquinho. Confira como se inscrever.

A Universidade Federal da Paraíba está ofertando mais de 128 vagas nos cursos de violão de sete cordas, bandolim e cavaquinho. Esta notícia foi publicada pelo CCTA na última sexta-feira, 21 de fevereiro.

Estes cursos são exclusivos para estudantes com faixa etária a partir dos 12 anos de idade, a inscrição e confirmação para participar vai acontecer entre os dias 18 e 19 de março, das 9h até 12h e das 14h às 17h. Os documentos contendo o comprovante da Guia de Recolhimento da União e a ficha de inscrição, que custa 60 reais, podem ser entregues na Sala de número 104 do bloco A do Centro de Comunicação, Turismo e Artes essa informação consta no site Portal Correio.



  • As inscrições para alunos novos devem ser realizadas pela ordem de chegada, cada aluno poderá fazer somente uma inscrição, já que não é permitido fazer reserva de vagas. Para menores de 16 anos é recomendado comparecer na companhia de um responsável legal.
  • Os cursos de cavaquinho, bandolim, violão de sete cordas e violão de seis cordas serão de forma coletiva ministros pelo professor Eduardo Fiorussi (professor do curso de Licenciatura em Música do Departamento Musical da UFB atuando nas áreas de Cordas Dedilhadas-Violão de 7 e 6 cordas, bandolim e cavaquinho e Educação Musical), além de ser coordenador de Laboratório de Música Aplicada(LAMUSI) na UFPB.

Estes cursos que foram citados acima serão ministrados pelo professor Eduardo Fiorussi e monitores entre março e julho. Essa iniciativa é do projeto de extensão da 'Orquestra de Violões da Paraíba' (OVPB).

O DEM, Departamento de Educação Musical criado pela Resolução 12/2004 da CONSUNI (Conselho Universitário), contempla o curso de Licenciatura em Música criado pela Resolução de nº17/2005 da CONSEPE (Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão). Há mais de 12 anos o Departamento de Educação Musical tem se expandido tendo ampliado o quadro de professores contando com 20 professores nos dias de hoje, sendo mais de 7 doutores, 8 mestres e 5 em doutoramento, além de incentivar os professores e técnicos da área administrativa para serem qualificados profissionalmente, tem implementado a criação de laboratórios. Dando suporte na criação dos cursos de extensão, aumentou o número de disciplinas ofertadas e dos espaços físicos, além de fazer parte do Centro de Comunicação, Turismo e Artes desde o ano de 2010 no qual apoiou a criação desse centro, sem mencionar que o DEM tem vínculo a OVPB.



  • UFPB, Universidade Federal da Paraíba, antes Universidade da Paraíba, Instituição autárquica (moderada) de regime especial de ensino, pesquisa e extensão tendo vínculo com o Ministério de Educação, esta instituição conta estrutura multi campi e tem atuação nas cidades de João Pessoa, Rio Tinto, Areia, Mamanguape e Bananeiras. A Universidade foi instituída no ano de 1960, a partir da Antiga Universidade da Paraíba, que ligou as faculdades que já existiam em Campina Grande e João Pessoa.
  • A Universidade nos dias de hoje é descentralizada, ou seja, não está bem localizada para quem é aluno, possui o Campus I em João Pessoa, o Campus II em Areia, o Campus III em Bananeiras e o Campus IV em Rio Tinto e Bananeira. Outros campus que estão vinculados a UFPB (Cajazeiras, Patos, Campina Grande) foram desmembrados para fazerem parte da recém Faculdade Federal de Campina Grande, a UFCG, através do programa de Reestruturação e Expansão de Universidades, o Reuni.

Mais informações sobre os cursos de violão de sete cordas e seis cordas, bandolim e cavaquinho, deverão ser obtidas no DEM ou na coordenação de projeto da OVPB no número de telefone (83) 3216.7917, no Instagram (@orquestradevioloesdaparaiba), ou pelos e-mails assessoriadeextensao.ccta.ufpb@gmail.com e orquestravpb@outlook.com.

  • Mas atenção, para alunos que já frequentam os cursos devem renovar as suas inscrições nos dias 18 e 19 de março, ou seja, no mesmo dia dos alunos novos dos cursos.

Por Larissa Avelino Mendonça da Silva

Cursos de violao

Deixe o seu comentário