Cursos para o Enem na Prime Cursos


A Prime Cursos oferta cursos online gratuitos para a prova do Enem.

O Enem está chegando novamente e com ele instala-se um pânico generalizado, especialmente, entre os jovens que estudaram pouco ao longo do ano. Mas isso deixou de ser um problema, pois a Prime Cursos está ofertando um curso online grátis.

Para quem não sabe, o Exame Nacional do Ensino Médio foi criado em 1998 pelo Ministério da Educação. Apesar de muito tempo de sua existência, a cada ano o exame ganha mais importância e é levado ainda mais a sério por aqueles que precisam prestá-lo. Também, não é para menos, nos últimos anos, a nota do Enem foi substituída pelos vestibulares mais tradicionais, como o da UFMG ou UFRJ. Além disso, a nota pode ser usada para programas como o ProUni que dá bolsas de estudo de até 100% a estudantes de escolas públicas que buscam o diploma em uma universidade privada. Outro programa também muito utilizado é o Fies que se caracterizae basicamente em financiar os cursos de faculdades particulares tanto para estudantes de escola pública quanto estudantes de escolas particulares.


A nota do Enem também pode ser utilizada por aqueles que pretendem fazer cursos técnicos profissionalizantes.

Bem, agora já dá para se ter uma boa ideia sobre a importância do Enem e porque o exame é tão temido, principalmente pelos adolescentes.

A Prime Enem foi criada com o intuito de ajudar as pessoas a terem um bom desempenho nessa prova tão importante. Dessa forma, há cursos online gratuitos, com ótimos professores e com os conteúdos totalmente voltados aos assuntos que mais caem no exame.



Os interessados a participar do curso precisam apenas fazer um cadastro no seguinte endereço eletrônico: www.primecursos.com.br/cadastro/10088.

A Plataforma oferece vídeo aulas em todas as matérias que caem no Enem, isto é, História, Geografia, Sociologia, Filosofia, Literatura, Artes, Educação Física, Linguagens, Redação, Matemática, Física, Química e Biologia.

O primeiro passo para tirar uma boa nota do Enem é entender como os conteúdos são cobrados na prova. Desse modo, o candidato deve saber que a prova do Enem preza bastante a interdisciplinaridade, isto é, o objetivo é misturar diferentes matérias em uma mesma questão. Além disso, outras questões são resolvidas penas com leitura e interpretação.

Em 2017, a prova do Enem será realizada em dois domingos. No primeiro, haverá as provas de Redação, Linguagens e suas tecnologias, e Ciências Humanas e suas tecnologias. A prova terá cerca de 5h de duração, pois além da redação, o participante deve fazer 90 questões, ou seja, 45 questões de cada caderno. Já no segundo domingo os cadernos com as questões são os de Matemática e suas tecnologias bem como Ciências da Natureza e suas tecnologias, os dois cadernos totalizando cerca de 90 questões. Nesse segundo domingo, os candidatos têm 4h para realizar o exame.

Cada universidade federal tem a possibilidade de escolher qual caderno terá mais peso na nota do candidato. Isso mesmo, a média obtida com exame pode subir ou abaixar de acordo com o curso escolhido e o peso estabelecido pela faculdade. Um exemplo disso são os cursos de engenharia, pois as faculdades, geralmente, costumam colocar a nota de peso como sendo Matemática. Dessa forma, os estudantes que pretendem ser engenheiros devem dedicar-se mais a matemática, por exemplo.

Por isso, o estudante deve pesquisar com antecedência a qual faculdade pretende jogar a nota, pois de acordo com cada peso, a nota pode ou não aumentar.

O programa o qual é referido acima é o Sisu. Nele, os candidatos concorrem a uma vaga nas universidades federais de todo o país.

É necessário ressaltar ainda que cada universidade separa uma certa quantidade de vagas para estudantes cotistas. As cotas são as seguintes: estudantes advindos de escolas públicas, e as cotas raciais que consagram negros e indígenas. Em 2016 foi criada também as cotas para deficientes físicos. Com as cotas os candidatos conseguem as vagas com mais facilidade.

Por Ana Paula Oliveira Coimbra

Deixe o seu comentário