Cursos Técnicos Abertos em Tietê SP



Programa Via Rápida Emprego oferece 60 vagas para os cursos de garçom e técnico de vendas em Tietê, São Paulo.

Enquanto muitas cidades do país passam por um processo de desemprego e crise, o Tietê está indo por um outro caminho. Saiba mais sobre as vagas de treinamento via Rápido Emprego em Tietê agora.

As inscrições para os treinamentos e cursos gratuitos em Tietê, São Paulo, já foram abertas. O projeto, fomentado pelo Programa Via Rápida Emprego oferece 60 vagas para os cursos de garçom e técnico de vendas. Veja abaixo mais informações sobre como se inscrever e quais são os requisitos para participar dos cursos.



Aqueles que demonstrarem interesse em participar do projeto precisam ter mais de 16 anos. Além disso, o candidato também precisa estar devidamente alfabetizado e morar em Tietê, onde será ministrado o curso. Segundo a prefeitura, aqueles que não possuem emprego e contam com uma baixa renda serão priorizados em caso de sobrecarga de vagas.

As inscrições poderão ser realizadas através do site do projeto, nesse link www.viarapida.sp.gov.br. Para encontrar os cursos para a candidatura, basta selecionar o botão de "Cursos Presenciais" e selecionar a cidade de Tietê. Com isso, as duas opções aparecerão na tela, e a inscrição poderá ser realizada. As inscrições deverão ser realizadas até o dia 28 de janeiro e as aulas começarão no mês de fevereiro. Elas serão ministradas na parte da manhã, na EMEFIP Domingos Marcieri.



Sobre o Programa Via Rápida

O Programa Via Rápida é um projeto do Governo do Estado de São Paulo. O objetivo dessa iniciativa é de levar cursos para algumas regiões do estado. Os cursos são voltados para jovens e adultos, que estão à procura de uma oportunidade de emprego ou de um emprego melhor. Os cursos contam com uma curta duração, de 100 horas, geralmente, justamente para poupar tempo dos candidatos, mas ainda assim, oferecer conhecimento de qualidade. Os cursos variam de acordo com a necessidade de cada região, e as aulas são ministradas em escolas, municipais ou estaduais, ou nas próprias unidades móveis do projeto.

Os cursos ministrados passam por um processo de avaliação antes do seu lançamento. Geralmente, há um conselho entre os responsáveis pelo projeto e os encarregados das secretarias do município e do estado. Os cursos são analisados e as inscrições são divulgadas. Depois do veredito e das divulgações dos cursos, os candidatos devem se inscrever através do site e aguardar a convocação da parte do governo. Os perfis selecionados, com base nos critérios de cada chamada, recebem, então, as demais informações acerca do curso, como data de início, local onde serão ministradas as aulas, etc.

Essa abordagem de aprendizado, mais pautada em cursos dinâmicos e extremamente didáticos, tem a finalidade de alcançar um público específico. As pessoas que se enquadram nos requisitos para participar do programa são jovens e adultos a partir de 16 anos, pessoas que moram no Estado de São Paulo, pessoas que já contam com um nível de alfabetização considerável, pessoas que estão sem emprego, e aqueles que já possuem escolaridade mínima ou alguma condição especial que é exigida para a participação em determinado curso, se isso acontecer.

Um diferencial nacional, as unidades móveis

Além dos cursos profissionalizantes, o Programa Via Rápida opera, também, em parceria com o Centro Paula Souza, mais 28 escolas móveis. Essas escolas, totalmente equipadas, contam com a capacidade de atender praticamente 2 mil alunos com cursos que podem durar até 1 mês. Ao longo do ano, essas escolas móveis transitam pelo Estado no ano inteiro, variando a estadia e beneficiando todo o espaço do Estado de São Paulo. As escolas móveis são dividias em categorias, que contam com 1 ou mais unidades, dependendo da necessidade de cada curso. Dessa forma, é possível encontrar escolas móveis de Beleza, que possui 4 unidades, e ao mesmo tempo, a escola móvel de automação, que possui apenas 1 unidade.

Por Davi Soares

Cursos

Deixe o seu comentário