É melhor fazer um curso técnico ou faculdade?

Categorias: Curso superior - Cursos - Cursos técnicos

Ao escolher uma profissão, muitas pessoas acabam se encontrando em um grande dilema: devo optar por um curso técnico ou uma faculdade para adquirir o conhecimento necessário? Essa interrogação é muito mais comum do que se imagina, já que desenvolve o processo sobre o que iremos estudar e a formação necessária para exercitar a vocação. E, por isso, algumas pessoas acabam optando por uma em relação à outra, enquanto que outras acabam trocando durante o percurso.



Verdade seja dita, há uma grande dificuldade durante a decisão, já que cada uma possui prós e contras. Sabendo disso, nós iremos falar um pouco mais sobre as vantagens e as desvantagens de uma formação técnica e de uma graduação.

Curso Técnico: as vantagens

Com certeza podemos elencar diversas vantagens em relação à formação técnica, ainda mais para aqueles candidatos que estão pensando em fazê-lo após o ensino médio. Isso porque a maioria dos cursos técnicos oferece uma formação mais rápida para aqueles que querem, logo após a conclusão de uma etapa importante, buscar a qualificação em uma área de atuação e ter um primeiro emprego.

Ainda, é uma excelente opção para quem busca a recolocação no mercado de trabalho, como é o caso das pessoas que estão atualmente desempregadas.Não bastasse isso, a formação técnica possui foco em aulas em laboratórios e em vivências práticas do dia a dia. O mercado de trabalho acaba valorizando esse tipo de experiência na comparação com a faculdade, em que a carga teórica muitas vezes é bastante elevada.



Por fim, há de se ressaltar que cursos técnicos são muito mais fáceis de pagar, sendo essa uma grande vantagem para aqueles que não possuem de momento o valor para um curso em nível superior.

Curso Técnico: as desvantagens

Porém, como diz o ditado popular, “nem tudo que reluz é ouro”. A formação técnica é muito mais superficial do que aquela encontrada em cursos superiores.Isso ocorre uma vez que a carga horária é reduzida na comparação com o ensino superior. Com essa estratégia, o foco é em assuntos considerados mais importantes e nos aspectos práticos.

Nesse sentido, os conceitos mais teóricos acabam sendo ignorados, devido à limitação do tempo.Além disso, algumas áreas apresentam defasagem de opções de cursos em localidades específicas. Já outros, apresentam mais oportunidades, como é o caso de pedagogia, administração, informática, entre outros. Com isso, algumas pessoas acabam desistindo de cursar aquilo que realmente gostariam.

Faculdade: as vantagens

Uma das maiores vantagens da faculdade é que a formação consegue ser a mais completa possível em uma área. Trata-se de um curso com carga horária maior e, em sua essência, aborda tanto aspectos conceituais como práticos da profissão escolhida.

A formação superior também oportuniza um direcionamento mais humano do estudante, já que boa parte dos cursos possui matérias que não são temas do curso em si, mas sim da formação humana e assuntos relacionados. Ainda, em termos de mercado de trabalho, o ensino superior tem grande aceitação.Isso se dá pela regulamentação do exercício da profissão pela legislação. Esse caso se aplica, por exemplo, aos médicos, advogados, dentistas, engenheiros, administradores, entre outros.

Portanto, somente as pessoas que possuem a titulação necessária podem trabalhar na titulação.

Faculdade: as desvantagens

As desvantagens, apesar de nítidas, precisam ser faladas. Por se tratar de uma formação extensa, em muitos casos, a maioria acaba desistindo de uma área e optando por um técnico ou, ainda, por nenhuma das duas opções.

É necessário, portanto, dedicação redobrada em aulas presenciais e colaboração excessiva nas atividades e nos trabalhos em grupo, que demandam tempo. O que tem acontecido, e muito, é que alguns formados não conseguem também atuar em suas áreas de formação, seja por falta de vagas ou por falta de experiência necessária.

Por isso, antes de embarcar em uma das duas opções, avalie aquilo que condiz com a sua realidade no momento. Hoje as oportunidades estão maiores, sim, de conseguir a sua formação.

Porém, antes de tudo é preciso entender que somente a formação não será suficiente, requerendo do candidato preparação e habilidades competentes para chegar lá. Observe os principais pontos descritos de cada uma e pese em uma balança aquela que atende às suas expectativas.



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *