IFS (SE) 2015 abre mais de mil vagas para cursos técnicos e graduação



Os jovens de Sergipe estão com uma grande oportunidade para investirem em sua carreira profissional, pois o Instituto Federal de Sergipe (IFS), através de sua Pró Reitoria de Ensino, abriu mais de mil vagas para quem deseja realizar um curso técnico ou graduação.

As vagas estão distribuídas da seguinte forma: para os campi de Aracaju, São Cristóvão e Lagarto, são oferecidas 710 vagas para cursos técnicos. Já para graduação, são 235 oportunidades para os mesmos campi, além do campus Estância.



E para quem deseja um curso técnico integrado ao nível médio, pelo Proeja (Educação de Jovens e Adultos), a modalidade será oferecidas nas unidades de Aracaju e São Cristóvão. No total, são oferecidas 1.065 vagas distribuídas entre todos os níveis.

Quem deseja solicitar a isenção da taxa de inscrição, tanto para a graduação como para o curso técnico, deve fazê-la até o dia 27 de fevereiro, indo pessoalmente até o campus para entregar os documentos necessários para esse processo.



Porém, quem perder esse prazo, tem até o dia 23 de março para fazer sua inscrição paga através da internet. Os valores são de R$ 30,00 para nível superior, e R$ 20,00 para os cursos técnicos.

Para graduação, são oferecidos os seguintes cursos: licenciatura em Matemática, Engenharia Civil, licenciatura em Química, Sistemas de Informação, Gestão de Turismo e Saneamento Ambiental, licenciatura em Física, Alimentos e Agroecologia, e Automação Industrial.

Quem busca os cursos técnicos, terá a oportunidade entre os cursos de Edificações, Alimentos, Eletrotécnica, Eletrônica, Eletrotécnica, Hospedagem, Turismo, Química, Petróleo e Gás, Eletromecânica, Segurança no Trabalho, Suporte e Manutenção de Informática, Agroindústria e Agropecuária.

Para o ensino técnico, a prova está prevista para o dia 26 de abril. Já para o vestibular de nível superior, a prova deve ser aplicada no dia 19 de abril. Os resultados devem ser divulgados nos dias 6 de maio e 22 de abril, respectivamente.

Por Felipe Villares

Deixe o seu comentário