Microsoft oferece cursos de programação para jovens


Cursos Uma Hora de Código e Aprendendo a Programar são oferecidos em países da América Latina a jovens com idades entre 12 e 25 anos.

A empresa de informática Microsoft pretende ensinar programação aos jovens latino-americanos com idades entre 12 e 25 anos. Os cursos deverão percorrer pelos seguintes países da América Latina: Brasil, Colômbia, Argentina, Equador, Chile, Peru e Porto Rico. Os jovens poderão escolher entre dois cursos virtuais: Uma Hora de Código ou Aprendendo a Programar.

O ensino da informática na contemporaneidade é um aspecto importante e que deve ser difundido ao processo de ensino e aprendizagem, uma vez que os sistemas eletrônicos já fazem parte da construção de um novo cenário cultural global. O mundo virtual tem se tornado um dos maiores elementos constitutivos das inter-relações no mundo atual. E a proposta da Microsoft só tende a incorporar a juventude ainda mais neste processo de inclusão.


A incorporação do ensino e aprendizagem destas novas tecnologias tem como objetivo promover a programação como parte importante no currículo escolar, integrando a tecnologia ao processo social e educativo, e a grande finalidade do projeto da Microsoft é o de incentivar os jovens latino-americanos a darem os primeiros passos no mundo virtual da tecnologia.

Os cursos oferecidos pela empresa são caracterizados pela praticidade, além da diversão garantida. Os cursos têm como perspectiva oferecer aos jovens ensinamentos sobre tecnologia e criação de aplicativos, entre outras questões ligadas as Ciências da Computação.

O curso Uma Hora de Código oferece uma linguagem lúdica para ensinar os fundamentos básicos da informática. Já o curso Aprendendo a Programar aborda 12 nódulos que permitem aos jovens entenderem a complexidade das técnicas e ferramentas de fabricação de aplicativos. Ambos os cursos oferecem certificado aos jovens.



Qualquer jovem pode tirar proveitos com o aprendizado dos sistemas de programação. Os sistemas da cibernética permeiam uma gama de aspectos do nosso cotidiano. Alguns especialistas afirmam que os sistemas de programação tendem a constituir-se como a alfabetização do século XXI e aprender os princípios básicos desta Ciência, só tende a beneficiar os jovens com novas habilidades de pensamento crítico e lógico.

Por Felipe Pancheri Colpani

Deixe o seu comentário