Novos cursos de Medicina serão abertos no Brasil


MEC autorizou a abertura de 37 novos cursos de Medicina em diversas cidades brasileiras que irão contemplar o Programa Mais Médicos.

O MEC (Ministério da Educação) anunciou a abertura de 37 novos cursos de medicina em 37 cidades que pertencem a 10 estados brasileiros, onde serão abertas 2.290 vagas na iniciativa privada. A abertura dos novos cursos já era prevista para atender ao Programa Mais Médicos do Governo Federal.

São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Rio Grande do Sul e Paraná serão os estados contemplados com os cursos, que serão abertos por suas mantenedoras dentro de um ano e meio.


Além disso, 583 novas vagas serão distribuídas em outras 12 faculdades de Medicina que já existem em Vitória (ES), Salvador (BA), Fortaleza (CE) e Recife (PE).

Muitas cidades inscreveram suas faculdades para receberem os cursos, porém para isso era necessário responder a alguns requisitos mencionados no edital. As faculdades deveriam apresentar bons indicadores de qualidade, projetos pedagogicamente viáveis para a formação de novos médicos, além de condições financeiras favoráveis. Antes de tudo a cidade candidata deveria ter não menos que 70 mil habitantes, além de não oferecer outro curso de Medicina.

A decisão da abertura desses novos cursos se deu por uma portaria assinada no Diário Oficial da União (DOU) por Maurício Costa Romão atual titular da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres).



O Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp) através da emissão de uma nora demonstrou certa preocupação com a autorização da abertura de novos cursos de medicina. Nem todas as faculdades selecionadas como mantenedoras oferecem uma boa estrutura para a formação médica, pois não possuem hospitais-escolas, que são fundamentais para o aprendizado prático, nem docentes com qualificação.

Para o Cremesp, a formação médica é uma modalidade de ensino que necessita de muita qualidade, o que inclui estrutura e qualificação do corpo docente, o que não pode ser garantido pelas empresas mantenedoras desses cursos de Medicina.

A oferta de novas vagas para cursos de Medicina no Brasil é sem dúvidas um grande acontecimento, porém não basta somente formar mais médicos, essas faculdades devem ter como primazia a formação de qualidade de novos médicos, que em um curto período de tempo estarão exercendo a medicina como profissionais, mas somente a atuação desses recém-formados irá caracterizar os ensinamentos que receberam.

Por Sirlene Montes

Deixe o seu comentário