Pronatec oferece cursos profissionalizantes para PCD



Cursos oferecidos são presenciais e a distância para pessoas com deficiência.

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego, Pronatec, está oferecendo vários cursos profissionalizantes para pessoas com deficiência, na modalidade presencial e a distância, em Teresina, no estado do Piauí.

Os cursos disponíveis são de Almoxarife, Assistente Financeiro, Agente de Informações Turísticas, Assistente Administrativo, Cerimonialista, Confeiteiro, Promotor de Vendas, Programador de Sistemas e Organizador de Eventos.



Os candidatos interessados em participar precisam fazer uma pré-inscrição na Secretaria de Inclusão da Pessoa com Deficiência (SEID), no horário das 8h às 13h30, de segunda a sexta, na Gerência de Articulação. Os concorrentes devem apresentar o documento de identidade (RG), Cadastro de Pessoa Física (CPF), comprovante de escolaridade e comprovante de endereço atualizado.

Após a efetivação da pré-inscrição, o candidato deve levar o comprovante e a documentação informada até o local onde o curso será ministrado.



As aulas dos cursos presenciais serão realizadas no Instituto Federal do Piauí (IFPI) ou no Centro de Formação Profissional Miguel Sady (Senac) e o curso tem período de curta duração.

A qualificação das pessoas com deficiência é importante para facilitar a inserção no mercado de trabalho e os cursos visam somar habilidades a fim de aumentar as oportunidades para iniciar ou dar continuidade na carreira.

Para mais informações sobre os cursos divulgados pelo Pronatec basta entrara em contato através dos telefones (86) 3222 3408 e (86) 3222 3405.

O Pronatec é um programa apresentado pelo Governo Federal que visa capacitar os cidadãos brasileiros após a finalização do ensino médio. Presente em mais de 3 mil e 200 municípios, o Pronatec, pretende ofertar até 12 milhões de vagas no âmbito nacional.

Os cursos gratuitos oferecidos pelo programa são classificados em Técnico e Formação Inicial e Continuada (FIC). Os técnicos têm o objetivo de desenvolver competências profissionais em especialidades determinadas. Já o FIC é recomendado para aqueles que desejam adquirir um diploma e ocupar uma vaga no mercado de trabalho rapidamente, uma vez que possui uma duração curta.

Por Bruna Rocha Rodrigues

Deixe o seu comentário